Siga e compartilhe

Alternativas para substituir os absorventes descartaveis

Alternativas para substituir os absorventes descartaveis

As alternativas para substituir os absorventes descartáveis são poucas, então fui buscar no passado, lembrei que no tempo das minhas avós não existia absorventes íntimos descartáveis. Perguntei como elas faziam, a resposta foi: Um paninho!

Genial! Um paninho lavável para os dia de pouco fluxo.

Mas o paninho não é prático, e não é tão “inho” assim. Hoje temos uma vida mais agitada e longe do lar, diferente de antigamente, não é fácil ficar umas 9 ou 16 horas fora de casa e segurar a barra com um paninho. Trocar o paninho durante o dia e guardar o paninho sujo na bolsa dentro de uma sacola plástica para lavar em casa não é o que chamo de praticidade, pode causar mau cheiro, não dá.

Então pesquisei por muito tempo, li sobre anticoncepcionais que inibem a menstruação, mas achei interromper a menstruação muito drástico e não me pareceu uma boa ideia.

Até que um dia, conversando com uma amiga, conheci a solução mais prática para os dias atuais, um copo coletor interno feito de silicone o mooncup (copo da lua).

O copo da lua é feito de látex cirúrgico (o mesmo material usado em próteses de cirurgias plásticas), ele é de uso interno, é mole e fácil de usar, muito melhor que um absorvente interno descartável. Ele é lavável e, segundo o fabricante, dura mais de 80 anos. O meu mooncup já tem mais de dois anos de uso mensal e está exatamente igual ao dia que recebi ele pelos correios.

No inicio fiquei curiosa e cheia de dúvidas sobre o copinho de latex. Vou colocar minhas dúvidas e as respostas que esclareci (ou não)  ao comprar e usar o Copinho:
É Caro?
Resposta: Sim e Não,  inicialmente eu achei salgado o preço paguei algo em torno de 70 Reais na época. Mas fazendo as contas percebi que a longo prazo sai barato, é só fazer as contas de quantos pacotes de absorvente irá deixar de comprar.

Eu vou ficar sentindo o copinho o tempo todo?
Resposta: Não. O copinho é anatômico, ele encaixa no canal da vagina sem forçar as paredes, a sensação é igual a que temos ao usar um absorvente interno descartável. Existem dois tamanhos, um para mulheres até 30 anos que não tiveram filhos e outro para mulheres com mais de 30 anos ou que já tiveram filhos, é só usar o tamanho certo.

Será que vaza?
Resposta: Nunca vazou, achei o máximo isso!

Como vou tirar e colocar, e se ficar preso?
Resposta: O copinho é muito mole, para colocar eu aperto o copinho e ele fica pequeno do tamanho de um absorvente interno descartável. Eu coloco o copinho e ele se encaixa sozinho, depois de 1 semana de prática eu já estava craque. Como falei ele é anatômico, não tem risco dele sumir lá dentro porque ele se encaixa na altura certa e não fica solto. O copinho tem um pininho embaixo, ele vem mais compridinho para você cortar ele no tamanho que achar melhor para puxar o copinho. Para tirar é só puxar o pininho, sai bem fácil.

Mas o sangue não vai em pedrar lá dentro, não vai feder quando tirar?
Resposta: Não. O sangue fica liquido, fico de 8 a 10 horas com o copinho e o sangue sai quente, liquido e sem cheiro forte.

Não é anti higiênico?
Resposta:  É preciso cuidar bem para evitar problemas, sigo as instruções do fabricante e adicionei umas medidas de higiene próprias:
– Como o fabricante orienta quando minha menstruação começa pego o copo da gaveta e fervo por 5 minutos em uma panela que uso só para isso.
– Durante o período menstrual sempre que retiro a menstruação do copo, eu lavo bem antes de recolocar.
– Adaptei a minha rotina de higiene a água oxigenada 10 volumes em spray, uso para limpar o copinho quando fico menstruada em viagens e não tenho onde ferver o copo e quando tomo banho. O meu processo de higiene com a água oxigenada é o seguinte:  retiro o copinho, lavo com água e sabão e borrifo pouco na água oxigenada nele, deixo descansar por 5 minutos, então lavo novamente com muita água e recoloco.

Tem para vender no Brasil?
Resposta: Uma amiga minha chamada Tiemi me contou que já existe um fabricante no Brasil é o Misscup, não é o que eu uso mas as referencias foram muito boas. O copinho já existe a muito tempo na Europa, mas no Brasil é tão pouco divulgado que e nem minha ginecologista sabia da existência desse produto. Desconheço se ele é ou não liberado pela ANVISA. Todas as pessoas que indiquei ou que conheci que também usam o copinho importado e compraram o pela internet mesmo, ele chega sem problemas e tem manual em português.

Demorei para postar a matéria porque me usei como uma cobaia viva, queria ter experiencia e certeza de que esse copinho não causa mal a saúde. Bem, após 2 anos de uso e uma quantidade enorme de exames ginecológicos, e até elogios da minha ginecologista ao meu copo coletor menstrual, resolvi publicar essa matéria (que não é patrocinada).

Como falei acima, a dois anos eu uso o Copo da Lua, fiz meus cálculos e descobri já deixei de produzir um volume de lixo igual ao tamanho do meu corpo,  até a minha menopausa que deve acontecer em mais ou menos 25 anos terei deixado de comprar e descartar cerca de 6000 absorventes que levariam no minimo 400 anos para se decompor no meio ambiente.

Ingredientes

Estamos constantemente preocupados com o consumo de descartáveis, evitamos sempre que podemos usar produtos que produzam lixo que não pode ser reciclado e que demoram anos para se decompor. Com os absorventes a nossa preocupação não poderia ser diferente, já que um absorvente descartável, comum ou interno, leva mais de 400 anos para se decompor. Durante um bom tempo pesquisando, encontramos alternativas mais ecológicas para os períodos menstruais das quais falaremos nesse artigo.



Gostou? Participe do nosso grupo e receba as melhores receitas culinárias e dicas caseiras clique e seja um membro: https://www.facebook.com/groups/noticiasereceitas/
Redes Sociais

Faça seu Comentário