Beba isto com estômago vazio durante 4 dias e dê adeus à gordura da barriga



Sempre destacamos aqui a dificuldade que a maioria das mulheres encontra na hora de perder a gordura localizada.

Apesar da perda de peso ser um desafio que exige persistência e força de vontade, a gordura localizada exige ainda mais dedicação e, muitas vezes, não desaparece nem com o ritmo acelerado de dietas e exercícios.

Se você vem enfrentando esta batalha para perder medidas sem muito sucesso, não desanime.

Uma receita caseira de chá seca-barriga que você terá que adotar por, apenas, quatro dias pode ser a chave para mudar, definitivamente, esse quadro e fazer você queimar a gordura abdominal com muito mais facilidade.

À base de sálvia, erva da família da hortelã, este chá seca-barriga é eficaz não só para a queima de gordura, mas também para o fortalecimento do sistema imunológico e para o combate a outras disfunções do nosso organismo, como problemas estomacais, dores de cabeça e cólicas menstruais.

A sálvia é rica em vitaminas e sais minerais, que ajudam a equilibrar os níveis de açúcar no sangue.

É também essencial para a queima de gordura da barriga, pois ajuda a combater a retenção de líquidos, consistindo um poderoso antioxidante.


Para preparar o chá, você vai precisar de:

1 punhado de folhas de sálvia

3 folhas de louro

Meio copo de suco de limão

1 litro de água

2 canelas em pau.

Como Fazer:

Ferva a água e adicione em seguida a sálvia, o louro e a canela.

Deixe ferver por cerca de cinco minutos.

Desligue o fogo e adicione o suco de limão.

Deixe descansar por alguns minutos e coe.

Beba em seguida a primeira xícara, ainda em jejum.

O restante você pode ingerir, aos poucos, ao longo do dia.

Repita o procedimento nos três dias seguintes, mantendo a dieta equilibrada rica em fibras, folhas e legumes crus, ingestão de água e a rotina de exercícios.

Após os quatro dias, faça uma pausa e retome o consumo do chá de sálvia a cada duas semanas.

O chá de sálvia não é recomendado para gestantes, hipertensos, pacientes com insuficiência renal e problemas neurológicos.

Loading...