Siga e compartilhe

Galã global joga tudo no ventilador: ‘Diretores ficavam com meninas no colo’

jose

 

José Mayer é um dos maiores atores da história da televisão brasileira. Com quarenta anos de serviços prestados à Rede Globo de Televisão, recentemente, ele se viu vítima de uma acusação gravíssima. Uma figurinista garantiu que ‘Zé’, como também é chamado pela mídia, teria a atacado durante um dia de trabalho da novela ‘A Lei do Amor’. Su Tolane revelou que o galã teria passado a mão em sua região íntima. Após a denúncia, campanhas de mobilização sobre o tema começaram. Nomes como das atrizes Letícia Sabatella e Camila Pitanga surgiram na mídia comentando que também tiveram problemas com o galã da terceira idade no passado. O movimento ‘Mexeu com uma, Mexeu com todas’ foi tão forte que o ator foi afastado de suas funções e a Globo pediu desculpas à figurinista em pleno ‘Jornal Nacional’.

Mas engana-se e muito quem pensa que Zé foi o único famoso a explorar mulheres na Rede Globo de Televisão. Em entrevista à RedeTV!, o ator Mário Gomes, que, recentemente, foi alvo de reportagens por estar com uma carrocinha de lanches na praia, decidiu jogar tudo no ventilador e contar o que viu nos anos em que passou na emissora “Vi diretores com meninas no colo e você sente que a coisa não é só o fato do carinho”, disse o ator, como mostra uma reportagem do site ‘Notícias por Minuto’. Para ele, todo esse comportamento é advindo da chamada cultura machista. Os homens, para serem machos, são ensinados por suas famílias a serem dessa maneira, mas isso, aos poucos, tem mudado e muito. Tanto é que, como o ator lembra, essas discussões não saem mais da mídia. No passado, o assunto sequer era discutido.

O caso envolvendo José Mayer não foi o único nos últimos tempos que evidenciaria uma agressão à mulher e que misturou realidade com algum produto da Globo. No ‘Big Brother Brasil’, o ex-participante Marcos precisou ir depôr na Delegacia da Mulher do Rio de Janeiro, após ter sido expulso do programa por suposta agressão à Emilly, vencedora do reality show da emissora carioca. Enquanto ela levou um milhão e meio de reais para casa, ele pode pegar de um até três anos de reclusão em uma penitenciária brasileira. Isso porque o comportamento dele dentro da décima sétima temporada do BBB pode ser enquadrado na ‘Lei Maria da Penha’. Emilly terá que prestar depoimento nesta segunda-feira, 16, na mesma delegacia. Ela, espera-se, deve dizer que em nenhum momento se sentiu agredida pelo médico cirurgião plástico.

Ingredientes

dicascaseiras



Gostou? Participe do nosso grupo e receba as melhores receitas culinárias e dicas caseiras clique e seja um membro: https://www.facebook.com/groups/noticiasereceitas/
Tags
Redes Sociais

Faça seu Comentário