5 alimentos ricos em probióticos (além do iogurte!)




Estimular o funcionamento do intestino é apenas um dos benefícios oferecidos ao nosso organismo pelos probióticos — bactérias do bem (entre elas, Bifidobacterium e Lactobacillus) que são mantidas vivas durante todo o processo de digestão e, com isso, ajudam a recompor a microbiota, prevenindo infecções intestinais e reforçando as nossas defesas. Elas também ajudam a diminuir o colesterol ruim e aumentar a absorção de vitaminas do complexo B, além de amenizar os sintomas de sensibilidade à lactose.

Por isso, você pode (e deve) incluir essas aliadas todos os dias na sua alimentação. “É importante ressaltar que os alimentos com probióticos podem ser submetidos a uma temperatura máxima de 60° C. Aquecido acima disso, esses microrganismos morrem e os benefícios deixam de existir”, explica Cynthia Antonaccio, da Equilibrium Consultoria em Saúde e Nutrição, em São Paulo. A nutricionista selecionou alguns alimentos que você pode apostar para aumentar o consumo diário de bactérias probióticas:

Leite fermentado: contém lactobacilos em sua composição (tipo Yakult e Actimel).

Kefir: bebida fermentada com até 15 tipos diferentes de lactobacilos.

Queijo e coalhada: aqueles que são enriquecidos com probióticos (confira no rótulo).

Missô: pasta fermentada de soja bastante usada na culinária japonesa. 



Loading...