Como acabar com manchas de feridas no calcanhar




Você tem manchas no calcanhar, exatamente naquele ponto onde encosta a parte de trás do sapato? Essas marquinhas indesejadas surgem justamente por conta desse atrito, que gera machucados e bolhas que evoluem para marcas escuras. Mas como é possível evita-las? E se já surgiram, será que dá para eliminá-las totalmente?

Por que sapatos provocam manchas no calcanhar?

Qualquer tipo de machucado e todo tipo de bolha podem evoluir para manchas escuras, graças aos melanócitos presentes em nosso organismo, responsáveis por produzir pigmento e que podem ser estimulados por uma agressão. “Os sapatos apertados causam uma irritação local que atraem a melanina para a região. Além disso, pequenos vasos se estouram e pigmentam com a hemoglobina dos glóbulos vermelhos”, explica o dermatologista Dr. Abdo Salomão, que ensina na galeria a acabar com esse problema.

Como eliminar manchas do calcanhar: passo a passo

Se a mancha já surgiu no seu calcanhar, é preciso seguir algumas dicas do médico para fazê-las sumir. Segundo Dr. Salomão, é possível, sim, acabar com as marcas nessa região, “principalmente se o paciente tiver paciência e se mantiver longe do sol”. Confira as dicas e tenha um calcanhar lisinho como o de um bebê novamente.

Depois de machucar o calcanhar, evite usar novamente um sapato que machuque a região por pelo menos 45 dias. Durante esse período, opte por calçados mais larguinhos e que não entrem em contato direto com o local machucado

Evite qualquer tipo de atrito. Não aperte a região e nem mesmo esfregue muito forte durante o banho. Enquanto a marquinha não sumir, abandone a bucha.

Se houver bolhas, elas podem até ser estouradas, mas jamais removidas. “Aquela ‘membrana’ (pele que fica no entorno) tem ação de curativo biológico que, além de proteger de infecções, diminui o tempo de recuperação”, explica Dr. Salomão.


Procure em uma farmácia por um remédio cicatrizante, que poderá ser indicado por um farmacêutico. Isso é importantíssimo para amenizar a marca, já que quanto mais tempo ficar aberta a ferida, maior a chance de manchar a pele.

Se o machucado tiver sido muito profundo e por acaso estiver infeccionado, será preciso usar antibióticos locais. Nesse caso, procure por um dermatologista que possa indicar o melhor produto.

Para proteger a região, você precisará fazer curativos umectantes. Ou seja, aplicando produtos que promovam esse efeito de umedecer a pele. Existem géis específicos para isso que aceleram a cicatrização e você pode encontrar em farmácias.

Cuidado com as receitas caseiras que são ensinadas na internet. Algumas indicam usar frutas cítricas, como o limão, para acabar com manchas. Porém, essa dica é perigosíssima, já que o limão, ao invés de ajudar, pode marcar ainda mais a sua pele. Outras, que ensinam a usar curativos emborrachados, podem clarear demais e provocar marcas semelhantes às do vitiligo.

O ideal é usar produtos industrializados ou manipulados com ativos específicos para este fim. Procure por produtos à base de hidroquinona, ácido retinóico, ácido glicólico, Vitamina C, Arbutin e ácido kógico. O ideal é aplicar à noite e remover pela manhã, porque eles são fotossensíveis.

Se você quiser procurar por tratamentos estéticos para ajudar a eliminar as marcas, o médico indica duas opções: laser de érbium e luz intensa pulsada.

Como evitar outras marcas: Evite sapatos muito apertados e os feitos de material sintético (de plástico). Use meias de algodão. Se for usar chinelo, prefira os de borracha.


Loading...